Cristal de esmeralda, Mina da Piteira, MG


Garimpos

Minerais

Gemas

Lavras

Meteoritos

Paisagens

Paleontologia

Voltar


Minerais e flores são a maior expressão de beleza e sutileza da natureza. Pode-se estudar os minerais e compreendê-los química e fisicamente; podemos encontrar aplicações industriais, moê-los para fabricar cimento e tintas ou facetá-los para a elaboração de jóias. Pode-se, ainda, como com as flores, apreciá-los apenas pela beleza e pelo que são.
A mineralogia, ciência que se dedica ao estudo desse material, teve seus primeiros passos no final do século XVII e até o momento foram classificadas mais de 3.000 espécies minerais. O século XIX apresentou grande impulso de descobertas e desenvolvimento da mineralogia em todo o mundo. Foi a época do início das grandes coleções e museus na França, Alemanha, Áustria e Inglaterra. No Brasil, o maior nome da mineralogia foi José Bonifácio de Andrada e Silva que, entre outras contribuições, empresta seu nome a um mineral da família das granadas, a Andradita. Mais informações sobre mineralogia podem ser encontradas no site www.demineralis.com.br.
Autunita - Portugal Euclásio - Equador - Rio Grande do Norte
Anatásio - Diamantina - MG Burangaíta - Divino das Laranjeiras - MG